Tudo sobre a gravidez
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

2.ª Gravidez:Semana 33

pregnancy cartoon

Desenvolvimento Fetal:

Para todo o peso e tamanho que arrastas nestes dias, pensas que o teu bébé pesará muito mais que uns meros 2Kg e medirá mais do que 43 cm, mas não, este é o tamanho médio de um bébé na 33.ª semana. Em termos de aparência, ele está a ficar cada vez mais bonito e gordinho à medida que acumula cada vez mais gordura. E como tens vindo a reparar ele está a ficar cada dia mais forte. Agora é possível observar o pontapé só olhando para a barriga, mas isso já sabias, não é? Apesar de estar cada vez mais forte, o teu bébé está a ficar sem espaço para se mover, por isso a quantidade de movimentos decrescerá nas últimas semanas, apesar daquele pontapé forte que ele tem estado a treinar. Sabias que vais continuar a sentir os seus movimentos mesmo durante o parto?

[Textos traduzidos e adaptados do site pregnancy.baby-gaga.com]

 

Sintomas:

Aqui vai uma boa maneira de lidares com a tua impaciência galopante: faz o teu plano de acção para o grande dia. É um passo importante e necessário que também pode ser divertido e calmante. Vai buscar papel e uma esferográfica. Se pensares sobre isso, planear todos os detalhes agora pode ser bom, logo que o caos e a dor de parto comecem. Isto inclui fazer a mala para a maternidade (incluindo roupas confortáveis, material de leitura, talvez um i-pod e a tua câmara de filmar). Aprende o caminho para a maternidade. Se vais fazer o parto em casa, assegura-te de que tens o quarto preparado (equipado com a tua música favorita) e todos os instrumentos necessários prontos para usar. Claro, memoriza o número do teu médico ou da tua parteira no telemóvel.

Massajar o períneo (a área à volta da vagina) pode reduzir a possibilidade de rasgar durante o parto e nada melhor do que agora para começar. Está sempre preparada, visto que a partir de agora é completamente concebível que possas entrar em trabalho de parto em qualquer altura! No entanto, ainda faltam sete semanas.

[Textos traduzidos e adaptados do site pregnancy.baby-gaga.com]

 

Blog da Jornalista Sarcástica: "Mãe leiteira, NUNCA!"

«Nunca tive intenção de amamentar os meus filhos. Para ser honesta, amamentar pareceu-me incrivelmente grosseiro. Porque é que quereria pôr um bébé no velho "saco-de-divertimento"? Bem, os custos do leite em pó, já para não mencionar os benefícios para o bébé, que me convenceram a tentar.

Muitas mulheres como eu decidiram ter aulas sobre amamentação antes de terem o bébé. O único problema com este tipo de aulas é que explicar a alguém como amamentar um bébé é como explicar andar de bicicleta. Pensa nisso; o que dirias a alguém que precisasse de aprender a andar de bicicleta? "Senta-te na bicicleta e começa a pedalar!"

Bem, tem o bébé e põe-no na tua mama. Engenhoso, não?

Não sei bem porque é que oferecem estas aulas de amamentação. A única coisa que a minha aula de amamentação fez foi assustar-me. "Querem que eu ponha a boca do bébé ONDE?"

No final do meu curso de amamentação, a instrutora, uma senhora que parecia adorar a sua almofada que parecia exacatamente como uma mama, decidiu mostrar à turma um vídeo de mulheres a amamentar, mostrando os mamilos de mulheres que não conhecia de lado nenhum. Mamilos dentro das bocas dos bébés.

Sai dessa aula a chorar. "Parecia um chocolate grande e molhado de Snickers!" Soluçei no peito do meu marido. "Eu.Não.Consigo.Amameeeeennnntaaaaarrrrr!"

A parte mais divertida desta história é que acabei por bombear exclusivamente para o meu primeiro filho durante sete meses e amamentei o segundo. Por isso, se estiveres a pensar nisso, tenta. Sim, irá doer no início à medida que o teu corpo se habitua a ter um bébé a morder o teu mamilo. Sim, as tuas mamas vão ficar mesmo grandes. E sim, melhora à medida que o tempo passa. Prepara-te para mãos estranhas a mexerem na tua mama no hospital. Não te dizem isso nas aulas de amamentação.» 

 

[Textos traduzidos e adaptados do site pregnancy.baby-gaga.com]

  


As minhas impressões...

 

 

[20-02-2008] - As dores de costas estão a dar cabo de mim...

Tenho tido uma gravidez santa e não me tenho queixado de nada, mas ultimamente tenho sentido umas dores de costas insuportáveis que não me deixam durante todo o dia.

Mudo de cadeira, levanto-me, caminho, nada! Já não sei o que fazer!

É bem verdade o que dizem: que o terceiro trimestre vale pelos outros dois inteiros!

O problema dos tornozelos inchados foi resolvido com meias de descanso. Nunca mais tive pés inchados.

As dores nas costelas flutuantes também me atormentam!

Até já pensei em levar uma almofada para o trabalho, mas receei que fossem pensar que estava a preparar uma mini-cama para tirar sonecas sem ninguém ver.

 

[21-02-2008] - O diário da minha gravidez

Logo que fiquei grávida da primeira vez comprei daqueles Diários da minha Gravidez todo catita. Infelizmente a gravidez não foi bem sucedida e com muita tristeza tive que arrumar o diário longe da minha vista.

Ainda o tenho, mas ainda não tive coragem de lá escrever. Acho que só vou escrever alguma coisa depois do bébé nascer. De qualquer modo o meu verdadeiro diário é este blog.

[22-02-2008] - Mala da maternidade

A minha mala para a maternidade está quase pronta. Só preciso de lavar mais algumas roupas do bébé e comprar mais alguns itens e fica pronta.

Ultimamente não tenho sentido contracções nenhumas e faz-me muita confusão o facto do bébé não mexer tanto como antes. Eu sei que o espaço está a ficar mais reduzido, mas assusta-me!

No final do dia é quando ele se mexe mais.

Cada vez mais fico atenta a esses sinais. Ando novamente paranóica com isso. À medida que o tempo passa só quero que tudo esteja bem com ele e rezo por isso.

Por isso é que demorei tanto tempo a fazer as compras e fi-las praticamente todas de uma só vez. Nada do que compre me interessa. Só a saúde dele!

Só às 33 semanas comecei a fazer a mala para a maternidade que ainda nem sequer está totalmente pronta.

Ontem comprei mais algumas coisas:

⇒ colchão muda-fraldas

⇒ escovilhão para lavar os biberões

⇒ mamilos de silicone

 

Na mala ainda me falta pôr:

⇒ toalha do bébé

⇒ as roupas do bébé

⇒ os gorros do bébé

⇒ as minhas camisas de dormir

⇒ cuecas descartáveis

⇒ os meus produtos de higiene pessoal

⇒ uma muda de roupa para sair da maternidade

[23-02-2008] - A realidade: "Socorro, vou ser mãe!"

Só comecei mesmo a cair nesta realidade óbvia quando comecei a receber os primeiros presentes. A minha cara de choque quando comecei a receber as primeiras roupas para o bébé. A minha DUPLA cara de choque quando fomos encomendar a mobília de quarto. A minha TRIPLA cara de choque quando fomos comprar o carrinho, alcofa e ovo.

No futuro vou ficar mesmo EM CHOQUE quando tudo isto estiver em casa!

Para já as roupinhas a secarem no estendal são a única evidência de que vou mesmo ser mãe! Às vezes fico a olhar para o estendal feita parva!

Quando vier a mobília e o carrinho é que vou ficar MESMO idiota!

Arranjar a mala para a maternidade já me parecia algo irreal e de outra dimensão!

[25-02-2008] - Queixinhas

As dores de costas durante todo o dia non-stop, esteja eu sentada, deitada ou em pé, estão a dar cabo de mim literalmente falando!

Estas dores estão concentradas apenas do meu lado esquerdo e provavelmente devem-se à posição do bébé.

Quando não são as dores de costas são as dores junto às minhas costelas.

Já não sei o que fazer...

É que não me consigo concentrar em mais nada para além desta dor. Têm sido uns dias difíceis...

publicado por xana às 00:15
Link | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Tânia a 21 de Fevereiro de 2008 às 16:36
É bom saber que está tudo a correr bem.
Uma boa dica que me deram para a mala foi organizar toda a roupa do bebe por conjuntos, ou seja, babygrow + body + calças de interior + meias. Após isto colocar cada conjunto individualmente dentro de sacos, tipo sacos transparentes. Assim, evitamos ter tudo espalhado dentro da mala e estar sempre à procura de cada peça. Cada vez que é preciso mudar o bebe basta tirar um saco. E também em termos de arrumação dentro da mala facilita bastante. Levei 6 sacos (2 mudas para cada dia)

Temos que ser práticas, pois a mala ao fim do 1º dia já está toda mexida e remexida. Para além de que as dores ou moinha que fica após o parto não deixam andar, a baixar e levantar ou de um lado para o outro.

Pode parecer um bocado foleiro tirar os benditos sacos de dentro da mala, mas digo que foi a melhor coisa que fiz. Nesta altura temos que ser bastante práticas e "desligar o complicómetro ".
De Tânia a 21 de Fevereiro de 2008 às 17:34
Não consigo resistir! Este é um assunto que me fascina e este blog já se está a tornar um dos meus hábitos diários. Já o disse, o meu filhote tem 15 meses e já estou ansiosa para ter o 2º.

Não esquecer também os chinelos de borracha para tomar banho.

Quando fiz o curso de preparação, disseram para não comprar chinelos muito caros, pois depois é tudo para deitar fora... "Que parvoice", pensei eu! "Quando chegar a casa vai tudo para a máquina e ficam bons!"

Quando cheguei a casa e desfiz a mala... agarrei no saco onde tinha os chinelos e ... no lixo!!! sem pensar 2 vezes.

Hospitais Públicos são assim, dão-nos vontade de desinfectar tudo ou deitar fora.

Sem querer assustar, mas nós não temos a noção da quantidade de sangue que se perde após o parto. Não há dor, mas é muito abundante, pelo que, aconselho, a levar muitos pensos higiénicos. e grandes...
De Tânia F. a 26 de Fevereiro de 2008 às 17:33
Olá. Foi com muito agrado que encontrei este blog. Tem dicas muito boas e confesso que estava na dúvida em relação a frequentar um curso de preparação para o parto, pois o meu médico acha que tem que ser cesariana. De qualquer forma, como é o primeiro filho acho que não vou perder nada em frequentá-lo e vou mesmo inscrever-me.
A propósito, estou grávida de 23 semanas e fiquei mais tranquila ao ver que a autora deste blog tem as mesmas dúvidas e coloca as mesmas questões que eu. Pensava que era a única. Já me sinto mais calma. Obrigado e tudo a correr bem!

Comentar post

O renovado Babyblues

Após vários meses de inactividade o Babyblues foi reestruturado. Sei que muitas pessoas gostam do blog e não quis desistir dele, no entanto como faço o blog num regime de voluntariado, houve um período de tempo de pouca disponibilidade para o actualizar. Agora renasceu aqui: http://baby-blues.blogs.sapo.pt/

Torna-te fã!



Pesquisar

 

pessoas leram este blog