Tudo sobre a gravidez
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

Semana 27

[Voltar ao índice My Baby...Gestação]

 

pregnancy cartoon

Desenvolvimento Fetal:

O teu bébé está a pouco e pouco a rodar para se preparar para sair. Obviamente, isto não acontece de um dia para o outro, mas quando começares a sentir uma pressão estranha no teu cérvix, saberás que tens o bébé pronto na posição certa para o parto! Agora, no início do terceiro trimestre, os seus pequenos pulmões são capazes de respirar  enquanto o sistema pulmonar e vascular fornecem uma troca de ar suficiente e o seu sistema nervoso central consegue regular a respiração ritmada, bem como regular a sua temperatura corporal basal. Nesta altura, numa gravidez saudável um bébé prematuro (em cuidados intensivos) poderá ganhar o 'Survivor'.

 

Sintomas:

Trabalhaste duramente, fizeste a tua pesquisa, aguentaste uma quantidade de sintomas desagradáveis e mais do que tudo queres o teu bébé cá fora. Bem, aguenta mais um pouco para mais uma luta final e diz olá novamente ao cansaço e enjoo. Adivinhaste, a fábrica de hormonas está outra vez a trabalhar a todo o gás (causando um crescimento rápido de cabelo). Os teus sintomas de fadiga devem-se a vários factores, como o aumento de peso, falta de ar e insónia.

Sim, chegaste finalmente à fase infame 'vida-na-casa-de-banho'. Os teus pés estão maiores, o teu peito está maior, a tua barriga está maior, e até o teu bébé está maior e alguma coisa tem de ceder. Infelizmente, a natureza não escolheu o teu rabo, mas sim a tua bexiga, que está agora completamente comprimida pelo teu super-bébé... durante todo o dia. A tua melhor hipótese é aceitar o facto de que vais precisar de urinar de 10 em 10 minutos (e se conseguires aguentar mais tempo, melhor ainda).

A tensão mamária também é algo muito comum nesta fase à medida que a produção de leite começa. Outros sintomas do terceiro trimestre incluem mais inchaço (conhecido como edema) e aumento da temperatura basal do corpo. Graças ao teu bébé este aumento de temperatura provém do aumento da temperatura do seu corpo que juntamente com o teu te transforma numa mãe 'quente'!

Se não tiveres já coisas suficientes para stressar: lembramos que o terceiro trimestre é a altura de fazer os preparativos para quando o bébé nascer: tornar a casa ou apartamento à prova de bébé, comprar um carrinho de bébé, comprar uma cadeira para o automóvel, fazer o enxoval, escolher o nome, e tentar desfrutar desta altura... quando não estiveres enjoada, com prisão de ventre, ou a correr para a casa de banho. Não te esqueças de dormir, ser activa, comer bem.

 

Blog da Jornalista Sarcástica: "É um festival hormonal...online!"

«Há um velho ditado que diz que 'Os amigos são para as ocasiões'. Bem, não pode ser mais verdadeiro do que durante a gravidez. Quando os teus amigos já ouviram conversa suficiente sobre retenção de líquidos e o teu marido já te pediu para parares de descrever as tuas hemorróidas, viras-te para as mulheres que sabem o que estás a sentir: os foruns de gravidez.

Penso que, de um modo geral, não há nada de errado com os foruns e os chats. São uma boa forma de falar com pessoas que estão a passar pelo mesmo que tu. O único problema? Quando tens 200 mulheres completamente alteradas pelas hormonas a escrever os seus pensamentos freneticamente, coisas más podem acontecer.

A maioria dos foruns e chats que visitei tinham secções com 'tópicos principais'. Estas secções são lugares onde as mulheres loucas se juntam e discutem sobre quem tem ou não razão sobre um tópico.

Circuncisão. Amamentação. Partos medicados. Elas discutem sobre tudo.

Claro, estes são todos tópicos importantes, mas não penso que devemos chamar nomes a quem decide alimentar o seu filho a biberão, especialmente quando os bébés ainda nem sequer nasceram!

No entanto, penso que se não resistires à tentação de visitares esses foruns e chats e dares a tua opinião, pelo menos tem cuidado com a escolha de palavras que usas.

Ter uma grávida  a referir-se a outra como 'prostituta' não é exactamente a melhor coisa, especialmente quando ambas fizeram o mesmo para entrar no forum.»

 

[Textos traduzidos e adaptados do site pregnancy.baby-gaga.com]

 

As minhas impressões...

 

[11-01-2008] - O tabaco

Ainda bem que a lei foi para a frente. Agora é uma maravilha estar em todos os locais fechados livres de fumo e do cheiro do tabaco que sempre abominei. Sou uma defensora acérrima de que os não fumadores não deveriam ser obrigados a fumar também.

Esta lei já deveria existir há mais tempo, mas mais vale tarde do que nunca.

 

[13-01-2008] - Ai, as dores

Tenho sido uma sortuda, visto que as maleitas típicas da gravidez não me têm afectado, como náuseas, vómitos e afins.

Porém, à medida que a barriga vai crescendo, as dores de costas aumentam com ela. Dormir tem-se tornado difícil, porque não consigo ter uma posição sem dores. Agora durmo com várias almofadas, numa vã tentativa de diminuir as dores de costas. às vezes resulta, outras não. Basicamente, já me estou a habituar...

Agora evito deixar cair coisas ao chão. A ginástica que tenho que fazer para as apanhar é tão acrobática, que qualquer dia torno-me numa estrela de circo.

 

[14-01-2008] - Cansaço

Hoje declaro que estou oficialmente cansada. Não sei porquê!

Não é um cansaço físico, é mesmo mental. Não me consigo concentrar em nada, nem faço nada de jeito no trabalho.

Já iniciei a saga da procura de Jardins de Infância. Está tudo a abarrotar e não há vagas em lado nenhum. De qualquer modo tenho-me inscrito nas listas de espera para Setembro 2008. Nem nos mais caros há vaga!

[Voltar ao índice My Baby...Gestação]

publicado por xana às 00:53
Link | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Vanessa Regina a 10 de Janeiro de 2008 às 18:43
Amiga, gostaria de saber tudo sobre sua gravidez, tenho 24 anos e sofri um aborto espontaneo em novembro (2007), gostaria muito de engravidar novamente mas tenho medo, meu marido tem 22 anos e não se conforma com o que aconteceu, se poder me responder, obrigada.

Vanessa
De Zé da Burra o Alentejano a 15 de Janeiro de 2008 às 16:56
Ser um fumador é igual a ser um toxicodependente em nicotina. Assim, posso concluir que um fumador é um doente, uma vez que EM PORTUGAL SE CONSIDERA A TOXICODEPENDÊNCIA UMA DOENÇA.

Nesta conformidade considero imoral o valor do imposto sobre o tabaco, recentemente aumentado em mais 10%.

Os doentes (toxicodependentes) são obrigados a pagar elevadíssimas taxas, muitas vezes com prejuízo das necessidades básicas do fumador.

Os viciados (incluindo os tabágicos) optam em geral por comprar um ou dois maços de tabaco e comer simplesmente uma "sandes" em vez de tomar um almoço ou jantar em condições.

Seria mais coerente com as políticas agora adoptadas que se fechassem as tabaqueiras e se combatesse a venda do tabaco, como se faz com as outras drogas.

É imoral que se continue a viver às custas dos impostos dos fumadores e depois que os tratem como "cães raivosos", escorraçando-os de todo o lado. A lei existente é demasiado exigente e poucos estabelecimentos poderão adaptar-se e cumprir as regras para aceitar fumadores. Os legisladores poderiam ter simplesmente autorizado a existência de estabelecimentos "Para Fumadores", desde que devidamente assinalados e com a extracção dos fumos do tabaco, sem exigência de dimensão nem a necessidade de reserva de espaço para não fumadores, que poderão escolher sempre um outro estabalacimento "Para Não Fumadores".
De Zé da Burra... a 24 de Abril de 2008 às 16:21
Este comentário foi feito a propósito da lei que aumentou a taxa sobre o tabaco e proibiu o fumo em restaurantes, bares e cafés, no princípio de 2008. Não sei como aparece agora como comentário de um assunto que nada tem a ver com isso. São paradoxos da Internet!!!

Comentar post

O renovado Babyblues

Após vários meses de inactividade o Babyblues foi reestruturado. Sei que muitas pessoas gostam do blog e não quis desistir dele, no entanto como faço o blog num regime de voluntariado, houve um período de tempo de pouca disponibilidade para o actualizar. Agora renasceu aqui: http://baby-blues.blogs.sapo.pt/

Torna-te fã!



Pesquisar

 

pessoas leram este blog