Tudo sobre a gravidez
Quarta-feira, 20 de Junho de 2007

2.ª Gravidez|Outros testemunhos

[Mês 2]

Os dias parecem-me longos e ando desmotivada com tudo e com nada.

A única motivação que ainda mantenho são os dias em que vou ao ginásio, dias preciosos esses em que não consigo pensar em nada, só nas calorias que ainda tenho que gastar, o tempo que falta para acabar o exercício, o peso que quero perder.

Decidi desistir do raio-x e do anti-inflamatório, porque receio que isso me afecte enquanto estiver a tentar engravidar.

Optei por aguentar um pouco mais a dor até que esta melhore. Só espero que não piore! Então cair  outra vez seria 'o fim da picada'.

Tenho andado muito ansiosa e vivo esperando...

Fico extremamente atenta a qualquer sintoma que surja e, por vezes, exagero. Qualquer coisa que sinta caio logo na tentação de associar esse pretenso sintoma a uma possível gravidez.

Porém, tenho que encarar a realidade e parar com isto imediatamente. Se continuar assim, vou enlouquecer!

Tenho que me convencer que há forte probabilidade de não engravidar tão cedo. Tenho que viver a minha vida normalmente, sem que isto a açambarque totalmente.

Conto os dias, faço o calendário do período fértil, enfim, estou a cair abruptamente numa obsessão sem retorno.

Será que estou a entrar num ciclo de 'gravidez psicológica'?...

Tenho que parar por aqui e acordar para a realidade, mas quando se quer muito algo que não se consegue, tudo incomoda: ver mulheres grávidas, programas televisivos sobre bébés, ...

Uma dor avassaladora invade-me e todos os dias preciso de chorar para a expulsar.

Ao longo da vida a nossa perspectiva vai mudando consoante as esperiências que vamos vivendo.

Sei que é preciso acreditar e ter Fé.

Tenho encontrado algum conforto ao ler experiências semelhantes. Aliás, quando comecei a pesquisar nos blogs do Sapo palavras como 'engravidar' e 'aborto' fiquei supreendida com a quantidade de pessoas com dificuldades em engravidar e que passaram pela mesma experiência que eu.

Mais do que surpreendida fiquei chocada com algumas das histórias. Até decidi colocá-las na minha lista de Testemunhos deste blog. Assim, antes de me lamentar, posso sempre verificar que há pessoas que estão a lutar há anos e outras sofrem em silêncio com tratamentos de fertilidade sucessivos.

Penso que é um sofrimento de tal modo profundo que nem o comum dos mortais poderá compreendê-lo.

publicado por xana às 20:30
Link | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Esperança a 12 de Maio de 2008 às 16:03
Olá
Também eu passo pelas situações que descreveu neste seu desabafo. Tive 1 aborto espontaneo em Outubro de 07 e de lá para cá não consigo pensar noutra coisa sem ser conseguir engravidar de novo e conseguir leva-la até ao final.
Enfim sei que nao sou a única nesta situação, mas é desilusão atras de desilusão quando passa mais um mês e se ve que... afinal ainda não foi desta!
De Renata a 4 de Janeiro de 2009 às 20:54
Olá
Espero que nesta altura já tenhas uma barriga gigante e um sorriso do tamanho do mundo...
Eu perdi um bebe em Novembro de 2007 e nunca pensei que entrasse em 2009 com um vazio nos braços e no coração...
Acho que ninguém evita o sentimento de culpa e o sentido de injustiça... Resta tentar não perder a esperança...

Comentar post

O renovado Babyblues

Após vários meses de inactividade o Babyblues foi reestruturado. Sei que muitas pessoas gostam do blog e não quis desistir dele, no entanto como faço o blog num regime de voluntariado, houve um período de tempo de pouca disponibilidade para o actualizar. Agora renasceu aqui: http://baby-blues.blogs.sapo.pt/

Torna-te fã!



Pesquisar

 

pessoas leram este blog